quarta-feira, 30 de novembro de 2016

" CONA, tu és a nossa mãe/ CONA, és de onde a vida vem"

AS PÉROLAS DO PORCO CRESPO (1)


Este é um dos meus vídeos preferidos dos Ena Pá 2000, "Dona", de 2005, do disco "És muita linda". "Dona" é obviamente uma canção dedicada à CONA, mas um título "honesto" significaria a censura das rádios e das televisões, mas quem ouve e presta atenção apercebe-se que este é um hino à vagina. Instrumento de prazer, buraquinho mole, escuro, húmido e discreto, o triângulo amoroso por excelência, é a origem da vida, à entrada e à saída, e enfim, não passa um dia em que um homem normal não pense nela. E apesar de estar sempre tão perto, está às vezes tão longe do nosso alcance. Brindemos à CONA, e indiferentes ao expediente que os Ena Pá usaram para divulgar a mensagem, cantemos alto e bom som: " CONA, tu és a nossa mãe/ CONA, és de onde a vida vem".

(1) Selecção dos melhores trabalhos literários publicados no blogue “Bairro do Oriente”, da autoria de Luís Crespo a.k.a. “Leocardo”, colunista do jornal diário Hoje Macau, dirigido pelo jornalista Carlos Morais José e “opinon-maker” do boletim da Associação dos Macaenses.



Sem comentários:

Enviar um comentário